Publicidade
O que é o CEP? E como funciona?

O que é o CEP? E como funciona?

Publicado em: 04/02/2024

Veja aqui o que é o CEP e como ele funciona. Todos os detalhes sobre os Ceps de ruas, bairros e cidades do Brasil.

O CEP é um código utilizado para identificar o endereço das pessoas, empresas e organizar a logística.

É através desse código que as empresas de entrega conseguem chegar à localização de casas, órgãos públicos, empresas, edifícios e outros, facilitando o encaminhamento e a distribuição de objetos de forma rápida e eficaz.

Neste artigo, vamos conhecer mais sobre o CEP e como ele funciona. Vamos lá?

Publicidade

O que é o CEP?

O sistema de endereçamento postal, também conhecido como Código de Endereço Postal (CEP) do Brasil, foi criado em 1971 pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. Seu objetivo é organizar, facilitar e agilizar logicamente a localização, postagem e distribuição de correspondência e pacotes.

O Código de Endereço Postal (CEP) é um código desenvolvido por administrações postais de todo o mundo. O objetivo é facilitar a organização logística e a localização espacial dos endereços postais.

Cada país pode criar o código que melhor se adapta às suas realidades postais e administrativas. Por exemplo, no Brasil, o CEP é representado por um conjunto de números composto por oito dígitos.

Ele orienta e agiliza o processo de encaminhamento, processamento e distribuição de itens de correspondência. Isso é feito atribuindo o CEP a locais, autoridades, correios, prédios e empresas.

Existem diferentes tipos de códigos postais em todo o mundo. Eles podem ser apenas numéricos ou misturar letras e números. Cerca de 117 dos 190 países da União Postal Universal usam o código postal.

Como funciona a União Postal Universal?

A União Postal Universal (UPU) é uma agência das Nações Unidas (ONU) responsável por coordenar as políticas e serviços postais entre as nações. Também administra o sistema postal internacional e foi fundada em 1874. Hoje possui 190 países membros e regiões autônomas, incluindo o Brasil.

É a segunda agência internacional mais antiga depois da Union International Telecommunications. Sua tarefa é coordenar os serviços postais entre os vários países membros sem interferir na política dos estados individuais.

Desta forma, cada administração postal pode definir livremente como a correspondência é distribuída. Também pode definir quais serviços prestará, quais recursos humanos serão necessários para suas operações e qual será o plano de processamento de carimbos.

No entanto, a organização possui padrões que são os requisitos básicos para operações postais eficazes e para conectar a rede global. A UPU Standards Board é responsável pelo desenvolvimento e manutenção de um número crescente de normas internacionais.

O seu objetivo é melhorar a troca de informações postais entre os operadores. Além disso, ajuda a manter a UPU compatível com as iniciativas postais internacionais. No entanto, a organização não atua sozinha. Trabalha com muitas organizações de tratamento de correio, fornecedores, clientes e outros parceiros, incluindo organizações internacionais.

Como funciona o CEP?

Imagine que seu trabalho fosse organizar milhares de cartas e pacotes que vão para muitos lugares diferentes. Para complicar a situação, imagine que muitas ruas tenham o mesmo nome ou que as partidas tenham o nome de rua errado. Seu trabalho seria muito difícil, não é?

O Código de Endereço Postal, conhecido como CEP, resolve essa equação. Porque os números determinados são sempre os mesmos e ajudam a não confundir os endereços.

Isso ajuda especialmente as empresas de logística, carteiros e outros trabalhadores dos correios. O CEP é como uma coordenada e cada rua, avenida ou rua tem seus números específicos.

O código postal consiste em números, mas também pode conter letras. É utilizado pelas administrações postais de vários países para facilitar a identificação de locais em todo o território nacional.

Cada país é livre para determinar o formato de código postal mais conveniente para a sua realidade. A estrutura dos Ceps do Brasil atualmente é composta por oito dígitos separados por um hífen.